Canais de venda em ecommerce

  • Loja online em exclusivo: Asos.com, Modcloth.com, Myprotein.com

Vantagens: a implementação, gestão e manutenção do negócio é mais simples. Os custos do projeto - recursos humanos, espaço físico, stock, sistemas - são inferiores. O custo de publicitar online é, também, mais reduzido.
Desafios: encontrar novos clientes e crescer rapidamente. O tempo que o cliente demora a tomar a sua decisão de compra estende-se; é necessário que o cliente confie na nova marca, produto ou serviço.


  • Loja online com loja física: Mark and Spencer, Parfois e Zara

Vantagens: a notoriedade da marca offline transmite credibilidade online. Permite a venda antecipada ou exclusiva de produtos (testes). Possuem sistemas e processos já definidos.
Desafios: integração de sistemas e formação às pessoas. Neste modelo é complicada a aceitação por parte das lojas físicas do online. Muitas vezes é visto como um concorrente direto. Neste momento não devemos criar concorrência internamente - os preços devem ser os mesmos online e offline.

  • Vendas por catálogo e loja online: Laredoute.pt, Otto.de e Shopdirect.com

Vantagens: a notoriedade da marca offline potencia as vendas online. Como já se tratava de um modelo de negócio de vendas à distância, trata-se de uma migração dos clientes para o digital em vez de uma criação de uma base.
Desafios: a efetiva migração dos clientes para o online e a gestão de stock para cada um dos canais.

  • Marketplaces: Amazon.com, Farfetch.com e Airbnb.com

Vantagens: reduz-se o custo de implementação do projeto: responsabilidade de customer care, pagamentos, etc é do Marketplace. Possibilita o teste à venda dos nossos produtos online e permite-nos usufruir de um grande volume de visitantes.
Desafios: escolher qual o marketplace certo para vendermos os nossos produtos. O custo associado a comissões pode ser elevado - a decisão dependerá da margem que possuímos.

  • Vendas Privadas: Showroomprive.pt, Vente-privee.com e Gilt.com

Vantagens: escoamento de stocks. Não obriga a que tenhamos uma plataforma de venda online.
Desafios: escolher os parceiros certos. Obriga à reserva atempada de stock, o que poderá prejudicar outros canais como lojas outlet ou a loja online. Para que o resultado seja muito positivo, a marca terá de ter grande notoriedade nos países das vendas.

  • Aluguer: Rentherunway.com, Bookrenter.com e Gamefly.com

Vantagens: ajustado ao estilo de vida dos novos clientes. Preferem o Uber a comprar um carro, o Airbnb a um Hotel e alugar um vestido em vez de gastar centenas de euros em algo que só se vai usar uma vez. Alguns dos ecommerces de aluguer estão ligados a modelos de subscrição - como o netflix.

Desafios: ultrapassar o estigma do aluguer em vez de compra. O Aluguer é o modelo de negócio mais aproximado ao estilo de vida da Geração X, no entanto, pode “sofrer” com as gerações anteriores - que ainda fazem parte do volume de clientes disponível atualmente. Algumas faixas etárias ainda preferem a compra efetiva; seja pelo sentimento de posse seja porque ainda não adotaram totalmente o estilo de vida desta nova geração.

  • Subscrição: Dollarshaveclub.com, Birchbox.com e Bububox.pt

Vantagens: venda regular aos consumidores; conhecemos o que querem consumir e entregamos de forma regular esses produtos. Nas caixas surpresa juntamos marcas e consumidores - a marca dá amostras aos consumidores e o consumidor experimenta produtos sem ter de pagar o preço completo de mercado (antes de decidir comprar o produto efetivamente.
Desafios: evitar a desistência (churn). Conseguir surpreender sempre o consumidor e evitar repetições - no modelo “caixa surpresa” e informação; evitar desistência do produto, por exemplo, na amazon é possível subscrever a receção de fraldas, mas a utilização do produto tem um tempo limite.

  • Por pedido: Uber.com, Hellofresh.com e Cleanly.com

Vantagens: a personalização do serviço às necessidades do cliente permite fidelização quando o serviço é de qualidade.

Desafios: A falta de legislação - tanto no mercado onde operam (uber vs taxis) como nas questões laborais (muitos dos profissionais que efetuam os serviços são profissionais liberais sem qualquer protecção legal).